Sonata em Auschwitz

CapaEditora Record, Brasil, 2017
EM TODAS AS LIVRARIAS
Lançamento 8 nov 2017

CapaSaída de Emergência, Portugal, 2018
Lançamento 24 jan 2018


Assista ao BOOK TRAILER, tendo como trilha a Sonata inédita (escute inteira aqui).

Terceiro romance de Luize Valente, lançado em novembro de 2017, depois de O Segredo do Oratório (2012) e Uma Praça em Antuérpia (2015), todos publicados pela Editora Record. A pesquisa histórica com riqueza e precisão investigativas continua a marcar a obra da autora, desta vez com uma história saída do campo de extermínio nazista, uma saga em pleno Holocausto envolvendo o leitor em mistério, suspense e profundos sentimentos e sensações.

Em tempos extremos, reflete também sobre os erros que se repetem, os preconceitos que permanecem, as guerras que nunca acabam e os atos de resistência e a arte que sempre surgem em meio aos escombros.

Este romance é uma ficção baseada em fatos históricos e dados reais e inspirada por depoimentos de sobreviventes. A autora teve um encontro especialmente marcante com a sobrevivente judia Maria Yefremov - falecida, com mais de 103 anos, em dezembro de 2017, no Rio de Janeiro - e desse encontro resultou o mote para a escrita da ficção. Maria teve um bebê em Auschwitz em 1944 e nunca soube o que aconteceu com ele. No romance, o destino será outro.

Outra curiosidade é que a Sonata que dá título ao romance ganhou forma no plano real enquanto o livro era escrito, em 2017. O sobrinho da autora, o jovem maestro Antonio Simão, compôs a Sonata para Haya tendo a mesma idade do personagem Friedrich, 24 anos. Um instigante diálogo entre ficção e realidade.

E, como surpresa para o leitor mais atento, existe ainda uma misteriosa ligação deste novo romance com o anterior, Uma Praça em Antuérpia...

Luize em Auschwitz-Birkenau,
durante viagem de pesquisa, em 2016.


SINOPSE
Um bebê nascido nas barracas de Auschwitz-Birkenau, em setembro de 1944. Uma sonata composta por um jovem oficial alemão, na mesma data, também em Auschwitz. Duas histórias que se cruzam e se completam. Décadas depois, Amália, jovem portuguesa, começa a levantar o véu de um passado nazista da família a partir de uma partitura que lhe é revelada por sua bisavó alemã. A dúvida de que o avô, dado como morto antes do fim da Segunda Guerra, possa estar vivo no Rio de Janeiro, a leva a atravessar o oceano e a conhecer Adele e Enoch, judeus sobreviventes do Holocausto.

A ascensão do nazismo na Alemanha, culminando na fatídica Noite dos Cristais, a saga dos judeus húngaros da Transilvânia, os guetos na Hungria e Romênia, os trens para Auschwitz, os mistérios acontecidos no campo de extermínio da Polônia e o pós-guerra numa casa cheia de segredos num lago de Potsdam oferecem os trilhos que Amália percorrerá para montar o quebra-cabeça.


A Sonata para Haya, de Friedrich, o personagem,
composta, no plano real, pelo maestro Antonio Simão,
sobrinho da autora.

Em breve, a partitura aqui no site.


Luize escrevendo as últimas linhas de Sonata em Auschwitz,
em abril de 2017.



COMPRAR LIVRO FÍSICO

na Saraiva
eBOOK

na Amazon
na Travessa
na Saraiva


EDIÇÃO PORTUGUESA


na Fnac
na Wook
na Bertrand



ENTREVISTAS




UM BREVE MERGULHO NO ROMANCE


RESENHAS EM BLOGS
Blog Saboreia os Livros
"Um dos melhores livros que li sobre o Holocausto. Directo, denso, fluido, realista. Sentia-me dentro do próprio Holocausto."

Blog Marcador de Livros
"De uma profundidade tal que nos transporta para todos aqueles locais, nas diferentes épocas."

Blog GETTUB
"Uma história de compaixão, sacrifício, amor e morte."

Blog PS Livros
"Maestria, profundidade e, principalmente, sensibilidade."

Blog Papel Papel
"Uma lembrança na qual embalamos fielmente."
"Uma ode à esperança."


ENVIAR SUAS IMPRESSÕES



ADICIONAR NO SKOOB | A REDE SOCIAL LITERÁRIA




CURTIR NO FACEBOOK